Simplesmente acontece

Você está bem. Tem lá seus dias de bad, mas no geral tá OK. “Estou vivendo”, costuma dizer. Até que belo dia, encontra alguém cujo olhar diz que não tá tudo bem. Você se ver nela, pois há uns meses atrás tinha aquele mesmo semblante.

E a partir daí, começa a saga: ajudar alguém, que a princípio não te pediu ajuda nenhuma, mas se abriu, desabafou seus medos. Depois de vários convites para sair, um é aceito. Confiança. Você se reconhece naquele alguém e passam a compartilhar momentos. Descobre afinidades, e algumas incongruências.

Aos poucos o olhar triste, vai ganhando brilho em razão de vários sorrisos. Cada vez se estende o laço. Beijos, abraços, choros, amassos, filmes, ótimos papos, sorvete e um hiato. “Não sei se consigo”, “A culpa é minha, não sua”, “Você é maravilhosa demais, mas eu não posso agora”. E todo esse encontro, finda em um belo desencontro.

Um clichê. Meses depois, você o encontra pleno, feliz, brilho nos olhos, e acredite, muito mais lindo. Ao seu lado a pessoa que teve a sorte de encontrá-lo já curado, pronto e renovado para seguir em mais um começo descomplicado.

Paciência. É que as vezes as coisas são assim mesmo. Cada pessoa está na vida de alguém por alguma razão. Você estava na dele com a missão de devolver um tipo de amor esquecido. O amor próprio. Ele estava na sua para mostrar que nem tudo é pra ser. E vocês simplesmente não foram. Acontece.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s